Nossa História

No dia 14 de maio de 1944, chega a Assaí o primeiro vigário Frei Epifânio. O.F.M (da Ordem dos Frades Menores), que passa a residir nesta cidade. Desta maneira a comunidade assaiense recebeu assistência espiritual contínua e permanente. Nesta data também foi aberto o livro de Batizados. A capelaauto

  • Nossa História

  • Agosto: Mês Vocacional

  • Liturgia

  • Programa Ecos de São José

  • Programa Oração da Ave Maria

  • Programa Anunciando Jesus

  • Ano Nacional Mariano - 2017

  • Setembro - Mês da Bíblia

  • Juntos com a CNBB pela Evangelização

Nossa Senhora Aparecida (Cebolão)

Em 1717, quando da visita do governador a Guaratinguetá, foi ordenado aos pescadores que recolhessem do rio Paraíba a maior quantidade possível de peixes, para que toda a comitiva pudesse ser alimentada e festejada com uma grande recepção. Todos se lançaram às águas com suas redes. Três deles, Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso, partiram juntos com suas canoas e juntos também lançaram as redes por horas e horas, sem pegar um único peixe. De repente, na rede de João Alves apareceu o corpo da imagem de uma santa. Outra vez lançada a rede, e a cabeça da imagem vem também para bordo. A partir daí, os três pescaram tanto que quase afundaram por causa da quantidade de peixes.
A pesca, milagrosa, eles atribuíram à imagem da santa. Ao regressarem foram para a casa de Filipe Pedroso e, ao limparem a imagem com cuidado, viram que se tratava de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, de cor escura. Então, cobriram-na com um manto e a colocaram num pequeno altar dentro de casa, onde passaram a fazer suas orações diárias. A novidade se espalhou e todos da vizinhança acorriam para rezar diante dela. Invocada pelos devotos como "Aparecida" das águas, durante quinze anos seguidos, a imagem ficou na casa da família daquele pescador.
A devoção foi crescendo no meio do povo e muitas graças foram alcançadas por todos aqueles que rezavam diante da imagem. Eram tantos os devotos que acorriam ao local que, em 1732, a família de Filipe construiu o primeiro oratório. Mas a fama dos prodigiosos poderes de Nossa Senhora Aparecida foi se espalhando até atingir todos os recantos do Brasil. Assim, foi necessário, então, construir uma pequena capela, em seguida uma sucessão de outras capelas cada vez maiores. Até que o local se tornou a cidade de hoje. Em 1888, houve a bênção do primeiro templo, que existe até hoje, conhecido como "Basílica Velha".
A primeira grande peregrinação de católicos "de fora", oficial e historicamente registrada, aconteceu em 1900. Eram mil e duzentos peregrinos viajando de trem desde São Paulo, liderados por seu bispo. Atualmente, são milhões de peregrinos vindos, diariamente, de todos os estados do país e de várias outras nações católicas, especialmente das Américas. A atual Catedral-Basílica de Nossa Senhora Aparecida, conhecida como "Basílica Nova", foi consagrada pessoalmente pelo papa João Paulo II, em 1980, quando de sua primeira visita ao Brasil.
Quanto ao amor do nosso povo por Maria, em 1904 a imagem foi coroada, simbolizando a elevação da Senhora como eterna "Rainha do Brasil", com todo o apoio popular. A coroa foi oferecida pela princesa Isabel. Foi também por aclamação popular e a pedido dos bispos brasileiros que, em 1930, o papa Pio XI proclamou solenemente Nossa Senhora Aparecida a "padroeira oficial do Brasil". O dia de sua festa, 12 de outubro, desde 1988 é feriado nacional.

Diretoria da Capela

Coordenador(a):

Cristina Aparecida Flamia de Azevedo

Vice coordenador(a):

Elza Neves Pereira

Tesoureiro(a):

Maria Luiza Flamia

Secretário(a):

Beatriz Cristina Flamia de Azevedo



Páscoa na Capela do Cebolão

A Capela Nossa senhora Aparecida celebrou neste último domingo, dia da Páscoa da Ressurreição a Missa de Envio de Maria Luciene Levino, que ingressou na vida religiosa no Mosteiro Nossa Senhora do Carmo em Campo Mourão. Maria Luciene nasceu nesta comunidade e atuou nela como catequista.  Toda a comunidade se fez presente, bem como seus familiares e  amigos de toda parte, também  marcou presença os amigos da Renovação Carismática Católica que a homenagearam com um lindo cântico na voz do Conrado, Luciene disse emocionada que  foi na Renovação Carismática que sentiu o chamado de Deus e também a mudança que estava acontecendo em sua vida. A  Missa de envio foi presidida pelo padre Mássimo, que procurou acalmar os familiares que estavam bastante emocionados .
Outro momento importante da missa, foi a inauguração do Santíssimo na capela, onde o momento mais esperado foi o quando o padre incensou,  benzeu e guardou a hóstia consagrada e acendeu a luz indicando sua permanência viva na capela e todos fizeram a adoração. Após a missa toda comunidade se reuniu para confraternização. A diretoria da  capela agradece a todos que participaram e em especial a equipe de cântico do Edgar da capela urbana São Benedito de Assaí , que sempre anima as missas da de nossa comunidade em momentos especiais

Clique aqui para ver as fotos.

A COMUNIDADE CATÓLICA DO CEBOLÃO ESTA EM FESTA COM A CONCLUSÃO DA REFORMA DA CAPELA NOSSA SENHORA APARECIDA.

O céu brilhou com fogos coloridos no dia 26 de julho na comunidade Cebolão para comemorar a missa de reinauguração da Capela Nossa Senhora Aparecida.
Era possível sentir no rosto de todos os presentes a alegria por esta  conquista. 
Na missa também foi dada uma benção especial para os avós, pois dia 26 de julho é dia de Santa Ana e São Joaquim, que eram os pais de Maria, Avós de Jesus. 

REFORMA DA CAPELA NOSSA SENHORA APARECIDA, O RESULTADO DE UM SONHO.

A comunidade da Capela Nossa Senhora Aparecida (Cebolão) esta muito feliz com o termino da reforma de sua igreja. O inicio da reforma começou em Janeiro de 2010 com a troca do telhado, novas instalações elétricas acrescentando ventiladores, serviços de calhas, portas e janelas reformadas, pinturas e outros pequenos reparos. Mas o grande desejo da comunidade era a troca do piso que ate então era de vermelhão, que só foi possível depois de realizar uma segunda festa na comunidade.
A direção da comunidade agradece a todos que ajudaram neste feito, em especial a comunidade local, mas reconhece que a ajuda veio de outras comunidades vizinhas e também de amigos da zona urbana e ate de outras cidades.
E importante ressaltar que antes dessa reforma a capela que já esta erguida a mais de 50 anos, nunca tinha passado por uma reforma tão significativa, apenas por pequenas melhorias, portanto estava muito danificada, agora toda reformada estará em ótimas condições e muito mais apresentável e confortável.

Redes Sociais


Pastorais, Grupos, Movimentos e Comunidades

Destaques

Instituto Santa Paula