Nossa História

No dia 14 de maio de 1944, chega a Assaí o primeiro vigário Frei Epifânio. O.F.M (da Ordem dos Frades Menores), que passa a residir nesta cidade. Desta maneira a comunidade assaiense recebeu assistência espiritual contínua e permanente. Nesta data também foi aberto o livro de Batizados. A capelaauto

  • Nossa História

  • Agosto: Mês Vocacional

  • Liturgia

  • Programa Ecos de São José

  • Programa Oração da Ave Maria

  • Programa Anunciando Jesus

  • Ano Nacional Mariano - 2017

  • Setembro - Mês da Bíblia

  • Juntos com a CNBB pela Evangelização

Panib

A pastoral Nipo-Brasileira, conhecida pela sigla PANIB, existente em diversas paróquias onde existe um significado número de fiéis de origem japonesa, especialmente no estado de São Paulo, tem por finalidade incentivar e apoiar os nipo-brasileiros a viver melhor na Igreja Católica, crescendo na fé em Cristo Jesus.

A PANIB tem por missão evangelizar os nipo-brasileiros através do anúncio da Boa Nova do Evangelho, levando-os à solidariedade humana e também à comunhão eclesial e à participação da comunidade paroquial. A Panib é uma associação cívico-religiosa que congrega os missionários católicos que se dedicam à evangelização dos japoneses e seus descendentes no Brasil.

A história da PANIB em Assaí tem início no ano de 1999 com um diálogo entre o então pároco, Padre Girolamo Zonca, o padre Haruo Sassaki - Assessor da PANIB na diocese de Cornélio Procópio - e o Senhor Pedro Takao Aoki dando assim início aos trabalhos para a fundação da Pastoral na Paróquia São José de Assaí.

Em 18 de Junho do mesmo ano foi fundada oficialmente a PANIB. Desde o inicio a PANIB trabalhou junto com a FUNJIN-KAI (Associação de Senhoras Católicas de Assai) no desenvolvimento de diversas atividades como palestras e formações. Com o passar dos anos diversificaram-se as atividades. Atualmente são realizado encontros semanais, palestras, estudos bíblicos, orações e ensaio de cantos litúrgicos. A PANIB também promove a missa celebrada nos idiomas brasileiro/japonês que é presidida pelo Padre Haruo Sassaki a cada 2 meses.

A PANIB tem encontros semanais realizados nas terças-feiras às 20:00 horas no salão Funjinkai e seu coordenador é Luiz Toshio Morimoto.

15 anos da Pastoral Nipo-Brasileira em Assaí


Com uma celebração solene no domingo, 22 de junho, a Pastoral Nipo-Brasileira – PANIB comemorou 15 anos de atividade pastoral na Paróquia São José de Assaí. Essa pastoral tem por finalidade incentivar e apoiar os nipo-brasileiros a viver melhor na Igreja Católica, crescendo na fé em Cristo Jesus. Essa realidade presente em nossa comunidade estreita os laços de amizade, amor e respeito que unem as pessoas entre si e ao mesmo tempo à Cristo. A Pastoral iniciou com a idealização e apoio do Pe. Jerônimo Zonca; onde ressaltava a importância do grande trabalho de evangelização oferecido à realidade apresentada em nossa comunidade devido ao grande número de descendentes japoneses que aqui residem e mantém sua cultura. A diversidade de culturas oferece à comunidade subsídios para interação com o outro e com o diferente; num movimento de respeito mútuo em prol da unidade. Assim as famílias de origem nipônica mantém a tradição de encontros realizados em língua japonesa como forma de adoração a esse Deus que nos une num mesmo coração, cheio de amor por meio da oração. A valorização da diferença de culturas abre os braços para acolher de modo consistente a pessoa do outro num gesto de comunhão fraterna com Cristo. A celebração Eucarística foi presidida por Pe. Cezar Luciano Hernandes Fernandes, Conselheiro Geral da Congregação da Sagrada Família, e concelebrada pelo Pe. Haruo Sassaki, Pe. Wagner Zacarias Rufino e Pe. Paulo Cesar Nogueira. Também estiveram presentes as Irmãs do Imaculado Coração de Maria de Nagasaki e o coordenador diocesano da PANIB, o Sr. Yassuo Kuriaki. Após a celebração eucarística os membros da PANIB participaram de um momento de confraternização.

Pastoral da Comunicação - Assaí

Reunião com a PANIB em vista da Novena de São José

No dia 22 de fevereiro, às 14h00 a Pastoral Nipo Brasileira - PANIB, coordenada pelo Sr. Washington Matsuo se reuniu com o Pároco, Pe. Wagner Zacarias Rufino para tratar dos preparativos para a primeira celebração da novena do padroeiro São José, dentro dos festejos dos 70 anos de criação da Paróquia São José.
A colônia japonesa em muito contribuiu para com a organização e construção da Igreja Matriz. A primeira capela da então Vila foi construída a pedido do casal Dr Kato e Maria Teresa Ussui, em 1 de maio de 1934. Outros como Sr Akira Kikuti, Rinzaburo Irmano, Koji Nakamura, Heiji Akagui, Hikohei Ushikubo, dentre outros fizeram parte da comissão de construção, junto com Frei Constantino, pároco da época.
Na celebração do dia 10 de março, primeiro dia da Novena, convidamos toda a colônia japonesa para participarem da Santa Missa em memória dos precursores que ajudaram na construção de nossa Paróquia.

Pascom

A PANIB Assaí convida

É com imensa satisfação e alegria que convidamos a todos para a XXI Romaria a Aparecida promovida pela Pastoral Nipo-Brasileira - PANIB que será realizada no dia 5 de agosto de 2012 com o tema "Maria, ensina-nos a defender a vida".
A Missa será presidida por Dom Julio Endi Akamine, primeiro bispo nipo-brasileiro da Arquidiocese de São Paulo e concelebrada pelos missionários da PANIB.

PANIB – laços de amor que nos unem a Cristo


A Pastoral Nipo-Brasileira  Assaiense comemorou neste domingo com Celebração de Missa  e um jantar  especial o 13º ano  da  atuação da PANIB na comunidade. Essa  realidade presente em nossa comunidade estreita os laços de amizade, amor e respeito que unem as pessoas entre si e ao mesmo tempo à Cristo.
A Pastoral iniciou com a idealização e apoio do Pe. Jerônimo Zonca; onde ressaltava a  importância do grande trabalho de evangelização oferecido à  realidade apresentada em nossa comunidade devido ao grande número de descendentes japoneses que aqui residem   e mantém sua cultura. A  diversidade de culturas  oferece à comunidade subsídios  para interação com o outro e com o  diferente;  num movimento de respeito mútuo em prol da unidade.
Assim as famílias de origem nipônica mantém a tradição de encontros realizados em língua japonesa  como forma de adoração a esse Deus que nos une  num mesmo coração, cheio de amor  por meio da oração.
A valorização da diferença de culturas abre os braços para acolher de modo consistente a pessoa do outro num gesto de comunhão fraterna com Cristo.
Pe. Massimo Crotta, ao agradecer à comunidade nipo-brasileira pelo trabalho de evangelização prestado à comunidade;  enfatiza o exemplo de João Batista, que em sua história se apresentou  como profeta de um Deus novo, moderno para sua época, através de  um nascimento extraordinário  devido à realidade em que estava inserido os pais de João Batista e que  acolhiam um Deus desconhecido.  Ressaltou ainda a importância de acolhermos à esse Deus que gerou João Batista e que nos profetizou sobre seu filho Jesus Cristo; nosso Senhor. Finaliza desejando um fraterno abraço de agradecimento  à todos que contribuem com essa obra de evangelização  na comunidade assiense.
PASCOM – Lúcia Hayashida
Veja as fotos!

Pagina 1 de 2

Redes Sociais


Pastorais, Grupos, Movimentos e Comunidades

Destaques

Instituto Santa Paula