Nossa História

No dia 14 de maio de 1944, chega a Assaí o primeiro vigário Frei Epifânio. O.F.M (da Ordem dos Frades Menores), que passa a residir nesta cidade. Desta maneira a comunidade assaiense recebeu assistência espiritual contínua e permanente. Nesta data também foi aberto o livro de Batizados. A capelaauto

  • Nossa História

  • Liturgia

  • Programa Ecos de São José

  • Programa Oração da Ave Maria

  • Programa Anunciando Jesus

  • Ano Nacional Mariano - 2017

  • Campanha da Fraternidade 2017

CPP

O Conselho Pastoral Paroquial (CPP) é um órgão consultivo que tem por finalidade auxiliar o pároco na programação das ações evangelizadoras e pastorais, dentro dos limites da paróquia.

É vedado ao conselho pastoral paroquial constituir-se ou manter-se no todo ou em parte, com personalidade jurídica de direito privado própria ou independente da paróquia ou da mitra diocesana de Cornélio Procópio.

Atribuições do Conselho Pastoral Paroquial:

  • Promover a pessoa humana em todas as suas dimensões;
  • Difundir a doutrina católica em profunda comunhão com o Magistério Eclesiástico;
  • Planejar e coordenar todas as atividades de evangelização e pastoral na paróquia em comunhão e obediência com o pároco e com as diretrizes da diocese;
  • Incentivar as pastorais, grupos e movimentos aprovados pelo bispo diocesano.
  • Reuniões mensais para avaliações, planejamento e decisões de novas ações e atividades da paróquia.

Composição do CPP:

Presidente: Pároco Pe. Roberto Mario Fornoni
Vigário Paroquial: Pe. Paulo Cesar Nogueira
Vigário Paroquial: Pe. Alexandre Surdi
Coordenador: José Roberto Pinto
1.ª Secretária: Silvana Lajarin Pereira
2.ª Secretária: Ivone Aparecida Dua
Membros: Coordenadores de Pastorais, Grupos, Movimentos e Comunidades Urbanas e Rurais. A serviço da ação evangelizadora e pastoral da paróquia.

Primeiro Conselho Pastoral de 2015

Aconteceu no sábado, 24 de Janeiro, às 15h00, no Salão Frei Epifânio, o primeiro Conselho Pastoral Paroquial – CPP, do ano de 2015.
A reunião que contou com a presença da maioria dos coordenadores de pastorais e das comunidades serviu para planejar o inicio do ano pastoral. Entre os temas abordados destaca-se a abertura da Campanha da Fraternidade 2015, marcada para o dia 22 de fevereiro, a Via-Sacra a ser realizada no período da quaresma, a Novena de São José e o encerramento do Ano Jubilar da Paróquia São José. O próximo Conselho Pastoral Paroquial deve acontecer no dia 01 de março de 2015, às 9h00.
Pastoral da Comunicação

Aprovação dos Projetos e encerramento da Assembleia

Os trabalhos da Assembleia retomaram às 13h30 com a votação dos projetos. Esse trabalho foi conduzido pelo Rafael Amaral e pela Prof. Lucélia Pereira. Os projetos foram votados por eixo e a cada um deles os participantes puderam fazer intervenções, mostrando posição favorável ou desfavorável à aprovação dos mesmos.
Esse momento foi muito rico e contou com diversas intervenções dos delegados e aprovação de vários projetos e ações. Encerrada a votação dos projetos, a asembleia passou para aprovação do calendário paroquial e em seguida a comunidade rezou solenemente a oração das Vésperas, encerrando assim a Assembleia Paroquial 2014.
Para que a Assembleia Paroquial acontecesse de forma plena e organizada foi necessário que muitas pessoas trabalhassem nos bastidores. Além da equipe de coordenação que desde setembro estava trabalhando para a realização da assembléia também foram criadas equipes pra infra-estrutura, acolhida, cozinha, animação e liturgia.
Pastoral da Comunicação

Comunidade de comunidades - Assembleia Paroquial

A Assembleia retomou os trabalhos no dia 30 de novembro, às 7h30 com a oração das Laudes. Em seguida aconteceu à terceira intervenção, que foi ministrada por Conrado de Oliveira Neto.
O Conrado retomou a realidade que havia sido apresentado na noite anterior por Renato Mussi e iluminou esses dados com o Documento 100 da CNBB, com a Carta Apostólica Alegria do Evangelho do Papa Francisco e com as Urgências do IX Plano de Ação Evangelizadora da Diocese de Cornélio Procópio, ajudando a assembleia a julgar a realidade paroquial à luz destes documentos para então projetar a ação pastoral para 2015.
Ao longo de sua intervenção, o Conrado buscou deixar evidente aos delegados da assembleia à necessidade da nossa comunidade ser testemunha da alegria de ser cristão e também que devemos estar atentos as necessidades dos nossos irmãos que estão sofrendo.
Pastoral da Comunidação

Terceira etapa: Agir - Assembleia Paroquial

Após as intervenções, tiveram início os trabalhos de grupo que foi conduzido por Rafael Amaral e Vanda Pereira. Os participantes foram divididos em 16 grupos com uma média de 9 pessoas em cada. Cada um dos grupos recebeu uma das urgências do Plano Diocesano para que posteriormente desenvolvessem projetos para aquela área específica. Os grupos tiveram uma hora para reflexão.
Encerrada a reflexão aconteceu à plenária, na qual cada grupo expôs para a assembléia os projetos propostos. Em seguida o Pe. Wagner fez alguns apontamentos sobre os projetos que foram apresentados e destacou que todos devem estar cientes de que a aprovação destes implica no compromisso pastoral de execução dos mesmos. Depois os participantes foram liberados para o almoço, que foi realizado no Salão Paroquial.
Pastoral da Comunicação

E a Paróquia São José, como vai? – Assembleia Paroquial

A segunda intervenção da Assembleia Paroquial aconteceu ainda no dia 29 de novembro e foi proferida por Renato Mussi. Inicialmente ele destacou a importância da assembléia para a vida Pastoral da Igreja e apresentou o método que será utilizado para a realização da mesma, que consiste no Ver, Julgar e Agir.
Em seguida apresentou um resumo das atividades realizadas no ano eclesiástico de 2014, o resumo das mini-assembleias das pastorais, o resultado do Censo Pastoral 2014 e uma avaliação da situação financeira da Paróquia. De acordo com o Renato a comunidade paroquial precisa ter maturidade e humildade para reconhecer os próprios erros para assim assumir o protagonismo da ação pastoral na Igreja.
Ainda durante a intervenção, Renato chamou atenção para a necessidade de a comunidade permanecer atenta à realidade da paróquia. Ao final da intervenção a comunidade rezou a oração das Completas e recebeu a benção de Dom Manoel.
Pastoral da Comunicação

Pagina 1 de 3

Redes Sociais


Pastorais, Grupos, Movimentos e Comunidades

Destaques

Instituto Santa Paula