Nossa História

No dia 14 de maio de 1944, chega a Assaí o primeiro vigário Frei Epifânio. O.F.M (da Ordem dos Frades Menores), que passa a residir nesta cidade. Desta maneira a comunidade assaiense recebeu assistência espiritual contínua e permanente. Nesta data também foi aberto o livro de Batizados. A capelaauto

  • Nossa História

  • Agosto: Mês Vocacional

  • Liturgia

  • Programa Ecos de São José

  • Programa Oração da Ave Maria

  • Programa Anunciando Jesus

  • Ano Nacional Mariano - 2017

  • Setembro - Mês da Bíblia

  • Juntos com a CNBB pela Evangelização

Familiar

I. OBJETIVO

O grande objetivo da Pastoral Familiar é promover e fortalecer a família cristã como verdadeira “Igreja Doméstica”, ”Patrimônio da Humanidade, lugar e escola de comunhão”, centro e base da evangelização, pois “a salvação da pessoa e da sociedade está estreitamente ligada ao bem-estar da comunidade conjugal e familiar”. Por isso, “a Pastoral Familiar, longe de ter perdido o seu caráter prioritário, revela-se hoje, ainda mais urgente, como elemento sobremaneira importante da evangelização”, haja vista que “a ação pastoral é sempre expressão dinâmica da realidade da Igreja, empenhada na missão de salvação”. Também a Pastoral Familiar – forma particular e específica de pastoral – tem como seu princípio operativo e como protagonista responsável a mesma Igreja, através de suas estruturas e de seus responsáveis. É justamente por este motivo que “nenhum, plano de pastoral orgânica, a qualquer nível que seja, pode prescindir da pastoral familiar”. Assim, é necessário que em toda diocese haja  uma pastoral familiar “intensa e vigorosa” (DI, 5, Papa Bento XVI), para anunciar “o evangelho da família, promover a cultura da vida, e trabalhar para que os direitos das famílias sejam reconhecidos e respeitados”.

II. JUSTIFICATIVA

A família foi instituída por Deus na criação, por isso ocupa lugar especial e essencial no plano divino sobre a humanidade, pois “o pacto matrimonial, pelo qual o homem e a mulher constituem entre si o consórcio de toda a vida, por sua índole natural, ordenado ao bem dos cônjuges e à geração da prole, entre os batizados, foi por Cristo Senhor elevado à dignidade de sacramento” (cân. 1055, §1, C.D.C.). Assim, “já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, o ser humano não pode separar” (Mt 19,6). Por isso, a família é vocacionada a realizar quatro deveres fundamentais: formar uma comunidade de pessoas; estar a serviço da vida, como “Santuário da vida”; participar no desenvolvimento da sociedade como “Célula primeira e vital da sociedade”; e atuar na vida e missão da Igreja como “Igreja Doméstica”.

Encontro de Casais nos setores rurais

O 2º Plano de Pastoral Paroquial da Paróquia São José prevê vários encontros de formação nos setores rurais, conforme decisão da última Assembleia Paroquial de dezembro de 2014. Fazendo juz a isto, no último domingo, dia 7 de junho, encerou-se um ciclo de formação para casais nos três setores pastorais rurais.
O primeiro encontro aconteceu na Comunidade São Francisco, na Vila Rural, com a participação de casais das Comunidades Santo Antônio (Saltinho), São Sebastião (Cerro Leão) e Santa Maria Goretti (Café Forte).

O segundo encontro, no último dia 6, aconteceu na Comunidade Nossa Senhora de Lourdes, na Painerinha, com as Comunidades Nossa Senhora de Fátima (Pau d’Alho), Rainha Santa Isabel (Guarucaia), Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Figueira), Nossa Senhora de Fátima (Água Azul) e Nossa Senhora Aparecida (Cebolão)
O terceiro e último momento formativo aconteceu no domingo, 7 de junho, na Comunidade São Pedro (Jangada) com participação também de casais da Comunidade Nossa Senhora das Dores, do Palmital.
Parabéns à Pastoral Familiar que organizou estes encontros e as comunidades pela belíssima participação.

Pascom Assaí

Encontro de Casais em Assaí


A Pastoral Familiar da Paróquia São José de Assai, realizou no domingo, dia 17 de maio um encontro de casais. Cerca de 30 casais participaram deste dia que teve início às 08h00 e término às 17h30 com a celebração da Eucaristia presidida por Pe. Adailton Luduvico da Silva, Vigário paroquial.
O encontro teve a assessoria do casal Vânia e José que trataram do tema Amar é um desafio para o casal, do casal Reinaldo e Marli com o temaFamília e matrimônio, do Seminarista Bruno, de Umuarama, com o tema Perdão e Diálogo e Pe. Adailton que tratou da Espiritualidade familiar em Santa Paula Elisabete Cerioli, fundadora da Congregação da Sagrada Família de Bérgamo.

Pascom Assai




Encontro Estadual das Famílias

Nos dias 30 e 31 de agosto, na Paróquia São João Batista em Peabiru, a Pastoral Familiar da Paróquia São José participou do encontro estadual das famílias das paróquias pastoreadas pelos Religiosos da Sagrada Família. Foram 12 casais com seus filhos, totalizando 31 pessoas. O evento que foi coordenado por Pe. Wagner Zacarias Rufino com colaboração de Pe. Fiorenzo Longhi e Pe. Aurélio Fratus teve como tema a espiritualidade familiar e serviu de preparação para o encontro nacional, que envolverá 7 paróquias e acontecerá na Paróquia São João Batista e Peabiru em fevereiro de 2015.
PASCOM

Preparação de noivos para o Sacramento do Matrimônio

No domingo dia 28 de setembro, aconteceu na Paróquia São José a última preparação de noivos do ano de 2014.
O encontro, conduzido pela Pastoral Familiar, contou com a presença de 17 casais. As palestras e formações fórum conduzidas pela Dra Aline Guimarães, psicóloga, por Pe. Paulo e por Pe. Wagner.
Os casais estavam bastantes entusiastas e demonstram grande vontade na formação de uma nova família por meio do Sacramento do Matrimônio.
A Paróquia São José deseja felicidades a todos os casais e perseverança na vida matrimonial que irão assumir.
Pascom

O que Deus uniu o homem não separe

Na noite do dia 16 de agosto, na celebração eucarística das 19h30, a Paróquia São José, por meio da Pastoral Familiar, realizou os Casamentos Comunitários. Foram 18 casais que se prepararam por meio de visitas dos membros das Pastoral Familiar, encontros de formação e convivência e encontros pessoais com o Pároco, Pe. Wagner. Durante a homilia Pe. Wagner sublinhou alguns aspectos da dimensão sacramental do matrimônio, lembrando que os cônjuges, por força do sacramento, se tornam testemunhas do amor de Deus e ainda exortou os nubentes a gritaram ao mundo todo que é possível viver a vida matrimonial mesmo diante das dificuldades e empecilhos apresentados pela cultural atual que cada vez mais massacra a família e o matrimônio. A cerimônia se deu na celebração da Vigília da Solenidade da Assunção de Nossa Senhora e no encerramento da Semana Nacional da Família que este ano teve como tema "A Espiritualidade Cristã na Família: um casamento que dá certo". (Fotos)
Pascom Assaí

Pagina 1 de 4

Redes Sociais


Pastorais, Grupos, Movimentos e Comunidades

Destaques

Instituto Santa Paula