Nossa História

No dia 14 de maio de 1944, chega a Assaí o primeiro vigário Frei Epifânio. O.F.M (da Ordem dos Frades Menores), que passa a residir nesta cidade. Desta maneira a comunidade assaiense recebeu assistência espiritual contínua e permanente. Nesta data também foi aberto o livro de Batizados. A capelaauto

  • Nossa História

  • Liturgia

  • Programa Ecos de São José

  • Programa Oração da Ave Maria

  • Programa Anunciando Jesus

  • Ano Nacional Mariano - 2017

  • Campanha da Fraternidade 2017

Pastoral da Acolhida

Encontro da Pastoral da Acolhida

"Acolher é e antes de tudo suscitar em nossos corações o Amor; é abrir espaço em nosso interior para acolher a pessoa do outro."
Num clima de descontração e alegria; neste domingo dia 27 de maio de 2012; estiveram reunidos no Salão Frei Epifânio; o Grupo da Pastoral da Acolhida, para o  Segundo Encontro Diocesano do Setor III; de Formação da Pastoral da Acolhida sob orientação da Equipe Diocesana de Acolhedores; que explanaram sobre a importância de acolhermos uns aos outros como Jesus Cristo nos acolheu. Resgatar o primeiro amor dentro de cada um de nós e pelos nossos semelhantes; fazendo com que assim possamos usufruir do verdadeiro amor em comunhão com Cristo. Acolher é e antes de tudo suscitar em nossos corações o Amor; é abrir espaço em nosso interior para acolher a pessoa do outro.
Ao apresentar um teatro sobre a Anunciação do anjo à Maria, os acolhedores se sentiram tocados pelo Espírito Santo de  Deus; ao refletirem sobre a disponibilidade de Maria de acolher o Filho de Deus; agraciada pela fé e pelo testemunho de serva fiel ao nosso Deus. Com o seu sim: “Eis-me aqui a serva do Senhor...”;  Maria demonstra seu amor a Deus e a toda a humanidade; observa-se no exemplo de Maria força, coragem, firmeza e serviço em toda a sua vida de fé e de adoração à Deus.
O lema da Pastoral da Acolhida de Assaí também é o “Eis-me aqui”; buscando servir ao outro com alegria no coração e para que juntando as forças busquemos a unidade no exemplo de amor de Jesus Cristo, nosso Salvador.
À Equipe Diocesana coordenada pelo Pe. Sidnei Ferreira juntamente com suas colaboradoras  Maria Aparecida (Cidinha), Maria do Rosário e Maria Aparecida ( Cida) ; nossos sinceros agradecimentos e que Deus os abençoe nesta caminhada da qual sabemos que  não tem medido esforços para conscientizar sobre a necessidade do servir da Pastoral da Acolhida nas comunidades; no intuito de estar mais perto e acolher de forma mais  calorosa aqueles que chegam para unir-se a nós pelo sincero amor à Jesus Cristo.

Redes Sociais


Pastorais, Grupos, Movimentos e Comunidades

Destaques

Instituto Santa Paula