Paróquia São José de Assaí

Site da Paróquia São José de Assaí - Paraná

Na catequese, Papa recorda JMJ e renova convite para vigília pela Síria

O Papa Francisco retomou nesta quarta-feira, 4, a audiência geral no Vaticano, após um período de descanso. Neste primeiro encontro com os fiéis após quase dois meses, o Santo Padre falou sobre a Jornada Mundial da Juventude e aproveitou para renovar o convite para a vigília de oração pela paz na Síria neste sábado, 7.
Recordando a JMJ, Francisco disse que já se passou mais de um mês, mas ele considera importante falar sobre ela a fim de entendê-la melhor. E nessa recordação, ele destacou três palavras em especial: acolhimento, festa e missão.
“Brava gente esses brasileiros”, disse Francisco agradecendo mais uma vez ao Brasil pelo acolhimento que teve. Ele também falou da grande festa da juventude, dizendo que ver jovens do mundo inteiro se abraçando é um testemunho para todos e que a JMJ é, sobretudo, uma festa da fé.
“Há a festa maior que é a festa da fé, quando juntos se louva o Senhor, canta-se, escuta-se a Palavra de Deus, permanece-se em silêncio de adoração: tudo isto é o ápice da JMJ, é o verdadeiro escopo desta grande peregrinação e se vive este momento de modo particular na grande Vigília do sábado à noite e na Missa final”.
E sobre a terceira palavra, missão, o Papa recordou o próprio tema da Jornada: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” e dirigiu-se a todos os jovens, exortando-os à missão.
“Saiam de vocês mesmos, de todo fechamento para levar a luz e o amor do Evangelho a todos, até as extremas periferias da existência! Este foi precisamente o mandato de Jesus que confiei aos jovens que lotavam a perder de vista a praia de Copacabana. Um lugar simbólico, à margem do oceano, que lembrava a margem do lago da Galileia.”
E ao final da audiência, o Papa mencionou novamente a vigília de oração que acontece neste sábado, 7, em prol da paz na Síria, no Oriente Médio e em todo o mundo.
“Renovo o convite a toda a Igreja e viver intensamente este dia e, desde já, expresso reconhecimento aos outros irmãos cristãos, irmãos de outras religiões e aos homens e mulheres de boa vontade que quiserem se unir a este momento”, disse.
Fonte: Canção Nova Notícias