Nossa História

No dia 14 de maio de 1944, chega a Assaí o primeiro vigário Frei Epifânio. O.F.M (da Ordem dos Frades Menores), que passa a residir nesta cidade. Desta maneira a comunidade assaiense recebeu assistência espiritual contínua e permanente. Nesta data também foi aberto o livro de Batizados. A capelaauto

  • Nossa História

  • Programa Ecos de São José

  • Programa Oração da Ave Maria

  • Semana Santa 2018 - Programação

  • Cada Comunidade uma Nova Vocação

  • Campanha da Fraternidade 2018

Discurso da Posse

Excelência Reverendíssima D. Getúlio Teixeira Guimarães, Bispo diocesano
Reverendíssimo Pe. Roberto Maver, Vigário geral e Superior Regional do Brasil
Reverendíssimo Pe. Fiorenzo, pároco da Paróquia São João Batista em Peabiru
Reverendíssimo Pe. Roberto Fornoni, Vigário Regional e Pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida em Jandira
Reverendíssimo Pe. Paulo Cezar, Vigário paroquial
Excelentíssimo Senhor Michel Bomtempo, ex prefeito Municipal de Assaí
Excelentissimo Senhores Vereadores
Ilustríssimos Senhores membros do Conselho de Pastoral e do Conselho de Administração e Economia.
Ilustríssimos Senhores coordenadores das Capelas
Querido povo de Deus desta Paróquia.
“Aqui estou, envia-me”. O final do trecho da primeira leitura que hoje ouvimos traduz-se para mim numa motivação vocacional fortemente marcada pelo desafio profético em minha terra natal. Diante de minhas fragilidades Deus continua se apresentando como misericordioso e compassivo, um Deus que age também por meio de pessoas que nos ajudam a compreender seu projeto de amor. Neste sentido agradeço a confiança em mim depositada por parte da minha Congregação, na pessoa do Reverendíssimo Pe. Roberto Maver, Vigário geral e Superior Regional e à Sua Excelência Reverendíssima Dom Getulio pela confirmação deste propósito.
Há 13 anos, no dia 30 de janeiro de 2000, nesta paróquia, eu era ordenado Sacerdote, pelas mãos de Dom Getúlio. Nesta Paróquia de São José fui batizado e crismado. Aqui experimentei a beleza da comunhão paroquial e da pastoral.
Quando da minha nomeação refleti muito o texto do Evangelho de Lucas que nós ouvimos no domingo passado, onde o Senhor dizia que “nenhum profeta é bem recebido em sua pátria” e encontrei consolo no mesmo trecho de Evangelho que no seu final enfatizava que “Jesus, porém, passando pelo meio deles, continuou o seu caminho”.
É nesta dimensão de desafio, mas também de muita esperança e alegria, que me apresento hoje no dia de minha posse como Pároco da Paróquia São José, depois de uma linda experiência como Pároco na Paróquia São João Batista em Peabiru, ainda que somente por dois anos. Nesta missão mais uma vez me é forte o apelo do Senhor que me convida a avançar para águas mais profundas. Nesta barca e com os lemes tenho a alegria de mais uma vez contar com a presença irmã, solidária e fraterna de Pe. Paulo Cesar, com quem já convivi por dois anos e com quem quero continuar a expressar a dimensão fraterna e profética da vida religiosa Sagrada Família tão querida por nossa Fundadora, Santa Paula Elisabete Cerioli.
Nestes dias que antecederam a posse, tive, juntamente com Pe. Paulo, a alegria de encontrar pessoalmente cada coordenador de pastoral, movimentos, associações e serviços. A riqueza destes encontros nos ajudou a perceber que é possível construir uma comunidade paroquial sob os alicerces da comunhão, da fraternidade, da partilha, da responsabilidade e nos respeito às funções inerentes a cada um. Estes aspectos devem marcar nossa vida pastoral, alicerçada na construção de uma Igreja em contínuo estado de missão, que favoreça uma profunda iniciação cristã, animada pela Palavra de Deus na construção de comunidade de comunidades, a serviço da vida, como nos lembram as atuais Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, codificadas nas Diretrizes da Ação Evangelizadora da CNBB Paraná, Regional Sul II, e no Plano Diocesano da Diocese de Cornélio Procópio.
Há 27 anos os Padres da Sagrada Família vivem o seu carisma nesta Paróquia. Desde então muitos padres passaram por aqui, deixando suas marcas. Pe. Paulo e eu não temos a intenção de substituir a ninguém, mesmo porque, dada a peculiaridade e identidade de cada um, isto é impossível. Mas queremos nos doar, a exemplo do Cristo Bom Pastor com as marcas características do carisma herdado de Santa Paula e na nossa prática de vida comunitária, familiar e fraterna.
Algumas qualidades do pároco devem ser entendidas a partir da promoção das relações, da atuação dos leigos e leigas e integração de todos num único projeto evangelizador
Para favorecimento do crescimento do povo cristão queremos nos empenhar na formação paroquial dos agentes, no acompanhamento às pastorais, movimentos, associações e serviços culminando com a dimensão litúrgico-celebrativo entendido como realidade máxima da expressão da comunhão paroquial. Com certeza todos devem sentir-se incluídos e partícipes neste processo, com uma condição: contribuir para o crescimento da comunhão, excluindo toda e qualquer forma de ascensão pessoal e busca de status, que não condiz com as práticas de vida cristã.
Nossa ação pastoral eleva os olhares também sobre o âmbito educativo, pois como Religiosos da Sagrada Família cremos na importância da educação para a transformação social e possibilidade de vida digna e respeitosa a todos. Desta forma renovamos nosso apreço pela obra educacional iniciada pelo saudoso Pe. Ricardo Bravi, no Oásis Santa Paula e que hoje, juntamente com a escola Rotary Club e Criança Feliz formam o Complexo Escolar Sagrada Família, numa parceria entre o Instituto Santa Paula Elisabete Cerioli e a Prefeitura Municipal. Agradeço, portanto ao Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal por esta parceria e afirmo que, sem pretensões políticas, queremos dar continuidade a este esplêndido projeto no respeito e companheirismo que nos são característicos.
A atenção a todos, de modo particular às crianças (pastoral da criança, catequese, infância missionária, coroinhas), aos jovens (setor juventude) e às famílias (pastoral familiar, o movimento das capelinhas, a liga das mães, grupos de reflexão, dentre outros) quer ser expressão comunitária da riqueza do nosso carisma herdado de Santa Paula Elizabete Cerioli, na partilha de nossa missão com os leigos, sujeitos da evangelização e da animação missionária coroada pela constante vida litúrgica como ápice de toda a vida cristã.
Por fim, permitam-me fazer alguns agradecimentos.
À sua excelência reverendíssima, Dom Getúlio Teixeira Guimarães pela confiança em nossa Congregação e na comunidade religiosa hoje constituída por mim e Pe. Paulo. A ele, como sucessor dos apóstolos cabe a tarefa de nomear-me como uma extensão de sua pessoa nesta paróquia, uma vez que o primeiro responsável da paróquia é o Bispo diocesano. Obrigado, Dom Getúlio. Desejo contar sempre com sua ajuda e não trair suas expectativas.
À minha Congregação Religiosa, aqui representada pelo Revmo Pe. Roberto Maver, Vigário geral e Superior regional do Brasil pela confiança em indicar-me para este serviço.
A Pe. Paulo, que comigo forma a Comunidade Religiosa, pela amizade e fraternidade.
A esta comunidade paroquial que hoje me acolhe, aos Conselhos e aos agentes de pastoral. Que possamos viver a missão sob uma única ótica: a construção do Reino de Deus.
Não posso deixar de agradecer a presença dos amigos da querida Paróquia São João Batista de Peabiru. A presença de vocês é sinônimo de que o que vivemos neste dois anos foi muito significativo.
Agradeço a presença do meu amigo, o Cláudio, de Barueri, São Paulo, pelos mais de 20 anos de amizade sincera e fiel.
Agradeço aos meus queridos tios e primos de Ibiporã, Londrina, Curitiba e aqui de Assaí. A minha irmã e sobrinhas.
No início deste trabalho pastoral cabe-nos pedir a intercessão de nosso Padroeiro, São José e de Santa Paula Elizabete Cerioli, fundadora de nossa Congregação para que com a participação de todos possamos construir uma Igreja sempre mais renovada, alegre e participativa, onde todos possam se sentir em casa. Obrigado a todos.
Pe. Wagner Zacarias Rufino
contador gratuito

Redes Sociais

Pastorais, Grupos, Movimentos e Comunidades

Destaques

Instituto Santa Paula